Manjar Branco

uma delícia

Tempo:

Custo:

Dificuldade:

Classificação: (0 Votos)

a minha Classificação

Manjar Branco

O Manjar Branco é um exemplo de doce conventual. Nascido em Évora, no Convento de Santa Clara, era o doce mais requintado do Convento.
À mesa, fazia a diferença. Os ornamentos criteriosamente executados, simbolizavam toda a dedicação com que o doce era confeccionado.
Apreciado pela família real, tinha a particularidade de ser reconhecido em todo o País e de constituir um valioso contributo financeiro para o Convento.

Receita publicada na Revista Lusitana Nº 11, pág. 9.

Ingredientes

Manjar Branco

250g de açúcar
200g de farinha de Arroz Espiga
50g de Amido de Milho Espiga
5 dl de leite
2 colheres de sopa de água de flor de laranjeira

Preparação

  1. 1
    Junte a farinha e o amido num tacho, vá juntando água fria, pouco a pouco, até dissolver bem as farinhas e obter um preparado espesso, mas líquido. Junte um pouco de leite.
    Leve ao lume até ferver e obter uma massa muito espessa.
  2. 2
    Nesta altura, as farinhas devem estar cozidas. Retire do lume e adicione o restante leite, mexendo vigorosamente.
    Adicione, de seguida, o açúcar e leve novamente ao lume.
    Deixe ferver um pouco. Junte a água de flor de laranjeira.
  3. 3
    Quando o preparado estiver cozido, retire-o do lume e deite-o em pratinhos de barro (ou outros que possam ir ao forno).
    Deve formar camadas com a massa, da seguinte forma: deite uma primeira camada e deixe esfriar até formar um película, adicione só depois a camada seguinte, e assim sucessivamente.
    Deve ficar com o aspecto de um montinho.
    Leve ao forno bem quente, até corar.